Code Black

Você sabe o que significa o termo "Code Black"?

codeblack_y1_d110-f010_141594_0561

Imagine só a correria de uma sala de emergência como a do Angels Memorial Hospital.  Quando chega um paciente é fundamental que todos os médicos e enfermeiros saibam rapidamente qual o estado dele e o que deve ser feito para salvar sua vida. Para evitar erros, facilitar a comunicação e também para não causar pânico entre as pessoas presentes, os médicos do mundo todo usam uma série de códigos de emergência, normalmente associado a cores.

Código azul, por exemplo, indica que o paciente sofreu um ataque cardíaco, e esse é um dos poucos usados por médicos do mundo todo, assim como o código vermelho, sempre associado à fogo.

O problema é que as situações médicas são muito variadas e o tratamento de um idoso é bem diferente do de um recém nascido. Por isso mesmo, existem muitas variações. No Canadá, o código laranja indica acidente nuclear, mas também pode ser usado para um acidente com muitas vítimas. Na Austrália, significa que o hospital precisa ser evacuado imediatamente.

Código dourado é usado nos Estados Unidos para um paciente com múltiplos traumas e perda de sangue, e o código prateado significa que há alguém armado nas dependências do hospital.

Mas e o Code Black? O que significa o tal código negro?

Depende de onde você estiver. Muitos hospitais americanos adotaram essa cor para indicar ameaça terrorista, mas também é usado para indicar sequestro de pacientes, pessoas desaparecidas, ataque a médicos dentro do hospital, alerta de tempo severo, como tornados e furacões, e, finalmente, uma situação extrema na qual o volume de pacientes é muito maior do que o hospital pode dar conta.

E aí dá pra entender a escolha deste código para batizar a série. Seja qual for o significado, certamente se refere a uma situação de extremo estresse. Acompanhe novos episódios de Code Black, quartas, às 21h, no canal Sony.

Comments:

Publicidade